Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-12-2007

SECÇÃO: Concelho em acção

CABECEIRAS DE BASTO (S. NICOLAU)
Está a “renascer” o lugar de Encosturas

Quatrocentos e cinquenta metros quadrados de calçada, de todo semelhante à cor das pedras do antigo casario envolvente, cobrem desde há poucos dias o caminho e o largo do centro do lugar de Encosturas, desta Freguesia, desde a antiga ponte até à última casa em direcção à estrada nacional. Obra da iniciativa da Câmara Municipal que tem como objectivo a conclusão, numa próxima etapa, da pavimentação de todo o caminho em calçada até à referida estrada nacional. O seu prolongamento no sentido inverso, a partir da ponte até ao largo do Cemitério e da Junta de Freguesia, já tem seguimento em alcatrão.

foto
Trata-se, pois, de uma obra muito interessante e repleta de simbologia, quando aliada às obras particulares que ali decorrem, de recuperação do património habitacional outrora existente. Com efeito, com as obras em curso, assiste-se ao “renascimento” da vida neste pequeno povoado que se encontrava em vias de extinção. Encosturas é um lugar muito antigo, que já foi habitado por gente de vulto que lhe deu vida e história. Bastará lembrar que, em plena época renascentista, foi local sede do concelho de Cabeceiras de Basto. Sendo certo que nos últimos tempos perdeu alguma da sua importância e muita da sua gente. Esperamos que com a melhoria dos acessos e com o levantamento das pedras e das casas antigas que o tempo ruiu, possamos assistir ainda ao “renascer” deste povoado, tendo por base a esperança e a confiança no futuro que Sá de Miranda e Bernardim Ribeiro ali semearam e que tão bucolicamente expressaram nas suas éclogas, onde nos falam desta terra que é a nossa, Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.