Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-12-2007

SECÇÃO: Golpe de vista

Adeus amigo!

É inevitável que hoje escreva esta minha coluna sobre a perda que representa para o nosso jornal, para a Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto, mas também para todos e cada um de nós, a morte do nosso querido amigo, António Teixeira de Carvalho.
O Sr. Carvalho, como era conhecido e tratado pela maioria dos seus amigos e conhecidos, foi co-fundador da ADIB e do jornal Ecos de Basto. Foi seu Director e era actualmente o nosso Editor. A morte retirou-o do nosso convívio prematuramente. De facto, aos 57 anos é-se muito novo para partir. Mas a vida é muitas vezes madrasta e, desta feita, a doença grave de que sofreu cerca de ano e meio acabou por levá-lo.
E perante esta realidade que poderemos nós fazer.
Ficará para sempre a imagem de um homem bom, educado, culto, simples, amigo.
Um homem que soube muito bem utilizar as palavras escritas para promover a nossa região em geral, mas muito particularmente o nosso concelho. E tinha do concelho uma visão una. Para ele, Cabeceiras de Basto era um único território composto pelas suas dezassete freguesias.
Fez amigos por todo o lado, granjeou simpatia.
Mas também sentiu o efeito de algumas inimizades. Na verdade, alguns daqueles que hoje, após a sua morte, fazem rasgados elogios à sua pessoa, à sua conduta, à sua postura, são os mesmos que num passado muito recente o levaram a tribunal, acusando-o de abuso de liberdade de imprensa. E não foi uma só vez.
Tanta hipocrisia! Simplesmente lamentável, que mais se pode dizer. As atitudes ficam com quem as pratica.
O jornal Ecos de Basto está de luto.
Perdeu o seu editor. Mas, a vida continua. E a melhor homenagem que lhe podemos fazer enquanto jornal é continuar a levar até aos nossos leitores as notícias da nossa terra.
Assim faremos.
Adeus amigo Carvalho!

A. C.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.