Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-11-2007

SECÇÃO: Região

Novas Oportunidades
Formandos recebem senhas para computadores

foto
No âmbito do programa Novas Oportunidades - Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC), quinze formandos que actualmente frequentam uma formação que lhes permitirá obter o 12º ano de escolaridade, receberam no dia 6 de Novembro, as senhas que viabilizam a aquisição de um computador portátil, que funcionará como um instrumento para a realização dos vários trabalhos a apresentar exigidos por este rigoroso processo de certificação.
Trata-se de uma iniciativa dinamizada pela Câmara de Cabeceiras de Basto, conjuntamente com a empresa EMUNIBASTO através de um protocolo estabelecido com a Associação de Municípios do Vale do Ave. Destinado a activos, este RVCC encontra-se a decorrer no edifício multiusos do mercado municipal, em horário pós-laboral, durante as próximas 17 semanas, tendo em vista obter a certificação naquele grau de ensino.
Através deste processo de reconhecimento, validação e certificação de competências que a Câmara Municipal tem em curso, pretende-se reconhecer os saberes adquiridos ao longo de aprendizagens formais, não formais e informais, que permitem à população com baixos níveis de escolarização, obter uma certificação escolar que vá de encontro às suas reais e actuais capacidades e competências.
Nesta óptica, e segundo informação divulgada, a Autarquia Cabeceirense no âmbito do programa Novas Oportunidades proporciona à população a obtenção de uma certificação equivalente aos diplomas do 4º, 6º, 9º e, neste caso, o 12º ano de escolaridade emitidos pelo Ministério da Educação. Para tal basta que os interessados demonstrem a experiência profissional e pessoal adquirida ao longo da vida e que são merecedoras de um diploma escolar.

Novas turmas em formação

No âmbito do processo do RVCC, também a Associação Empresarial de Cabeceiras de Basto, Fafe e Celorico de Basto, em colaboração com a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a Emunibasto, levou a cabo no dia 14 de Novembro uma sessão de esclarecimento no auditório municipal. Uma iniciativa destinada a esclarecer cerca de uma centena de pessoas inscritas que manifestaram vontade de certificar e validar as competências alcançadas ao longo da vida e desta forma concluir o 12º ano de escolaridade. Assim, após a explanação dos métodos e objectivos inerentes a este processo, os formandos preencherão um questionário e serão sujeitos a uma entrevista prévia, durante a qual será feita uma análise da aprendizagem obtida ao longo da vida, na escola, no trabalho, em casa, na participação cívica, entre outras.
A partir de então estarão aptos para enfrentar este processo, cuja duração dependerá das competências que o candidato apresente em áreas como cidadania e profissionalismo; sociedade, tecnologia e ciência; cultura, língua e comunicação, ou seja, uma oportunidade para as pessoas activas das mais diversas profissões obterem certificados escolares úteis para as suas qualificações, garantindo-lhes ao mesmo tempo, possíveis progressões e melhorias nas suas carreiras, bem assim como conferindo a muitos trabalhadores habilitações que lhes permitem no futuro, uma melhor inserção em novas profissões e a consequente melhoria do seu nível de vida.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.