Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-11-2007

SECÇÃO: Concelho em acção

ABADIM

A Cavalada, a Fragata, Parada e Moinhos, são pequenos aglomerados habitacionais que integram Abadim, localidade sede da Freguesia que lhe dá o nome, todos eles com uma característica que lhes é comum, que se prende com a sua localização, na encosta norte sobranceira ao lugar, na margem direita ascendente da estrada municipal. Quem atravessa Abadim em direcção a Moinho de Rei e à serra, do seu lado direito, facilmente se apercebe da existência de inúmeras casas dispersas pela encosta, muitas delas, quase suspensas nos penedios alcantilados da encosta. Neste quadro e para os mais incautos, uma pergunta surge com naturalidade e algum espanto: Como é que se lembraram de ali construir e que caminhos para lá chegar?

Pavimentação de caminho nos Moinhos
Pavimentação de caminho nos Moinhos
Felizmente, graças ao trabalho desenvolvido pelos responsáveis autárquicos ao longo das últimas décadas, nos dias que correm já não existem em Abadim lugares ou casas que não estejam servidas por caminhos pavimentados. Não foi fácil, como pudemos verificar recentemente, quando nos deslocamos a Abadim para testemunhar os trabalhos de pavimentação ali em curso e nos deparamos com o cilindro e os camiões pesados da Câmara Municipal a operar suspensos em caminhos íngremes e em condições arrepiantes.
Pavimentação do caminho da Cavalada à Fragata

Depois de concluídos já algum tempo os trabalhos de alargamento do caminho que sai da estrada municipal na Cavalada em direcção à Fragata, a Câmara Municipal procedeu à sua pavimentação, criando-se assim uma nova via com melhores condições de acesso àquele lugar onde se tem registado um grande crescimento urbano e demográfico nas últimas décadas. A área pavimentada é de cerca de 700 m2, numa extensão próxima dos 150 metros.

No lugar dos Moinhos

Pavimentação do acesso a Parada
Pavimentação do acesso a Parada
A denominação de Moinhos, depreende-se por ali os haver em grande número, não os de Rei, que esses ficam mais distantes, apesar de movidos pela mesma água da levada de Víbora que desce a serra desde as ribeiras das Torrinheiras, pelo Oural até aos campos férteis de Abadim. Aqui, como dissemos, os antigos caminhos carrais ou os simples trilhos pedestres estão a dar lugar a caminhos pavimentados, por acção da Câmara Municipal que, recentemente, pavimentou, a partir da estrada municipal e por declives temerosos, uma área de 400 m2, numa extensão de 150 metros, tendo como objectivo servir melhor algumas moradias situadas na encosta.

Caminho de Parada

Também com início na estrada municipal, foi pavimentada em alcatrão uma rampa com a área da 250 m2, dando atalho ao lugar de Parada.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.