Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-10-2007

SECÇÃO: Desporto

Séniores:

foto
ATLÉTICO 0 – C. C. TAIPAS 2

Jogo no Estádio António José Queiroz Gomes Pereira Cabeceiras de Basto
28-10-2007

Assistência:300 pessoas dia com sol excelente para a prática de futebol.

Atlético alinhou com:
HELDER-LEANDRO-ROVIRA-CHALANA-ZÉ MANUEL-CÉSAR-FILIPE -RONALDO-ALEXANDRE E
RIERA.
ENTRARAM: BRIOCO PARA O LUGAR DE ROVIRA, ZEZITO PARA O LUGAR DE ZÉ MANUEL
E GUIMARÃES PARA O LUGAR DE FILIPE.

COMENTARIO:

Desde o inicio do jogo que o CC TAIPAS mostrou porque é uma das principais equipas candidatas a subida de divisão , de facto desde o início do jogo, foi a equipa mais esclarecedora no terreno de jogo e com um futebol apoiado ia-se acercando da baliza Cabeceirense , obrigando os jogadores da casa a recorrem a muitas faltas, numa dessa faltas originou uma grande penalidade contra o AC que o CC Taipas desperdiçou, mesmo assim continuou a controlar o jogo respondendo o AC com uma ou duas escapadas dos seus avançados , mas que se revelariam pouco produtivas, tal era o seu isolamento, sempre perante mais adversários , o Taipas ainda enviou uma bola á trave, chegando o intervalo um nulo que favorecia claramente o AC. Reatada a parte complementar o Taipas continuou a dominar o jogo e com boas situações para marcar, o que aconteceu após derrube de Leandro sobre um avançado do TAIPAS 0-1 espicaçou um pouco o AC e não fora a distracção dos seus avançados apanhados em fora de jogo do muito infantil poderia ate igualar a partida a partir dos 20 minuto do segundo tempo só deu Taipas, mostrando-se o AC uma equipa muito pouco organizada, cometendo erros que não se admitem neste escalão e divisão, aproveitando-se o Taipas para marcar o segundo golo tendo mesmo desperdiçado neste período varias ocasiões para tornar o resultado ainda mais expressivo, vitoria justa a equipa forasteira, ao AC ainda lhe resta muito trabalho para conseguir disputar um campeonato muito exigente, com algum sucesso. Após a 7ª jornada 2 golos marcados é pouco para o a tradição do Atlético Cabeceirense.

Arbitragem, excelente

Por: António Correia

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.