Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-10-2007

SECÇÃO: Espaço Universitário

Badminton da UMinho prepara deslocação à Rússia

A equipa de Badminton da Universidade do Minho vai estar presente na quarta edição do Europeu Universitário de Badminton, que este ano se realiza de 12 a 17 de Novembro, em St. Petersburg, na Rússia.
Depois da presença no terceiro campeonato europeu universitário da modalidade, realizado em Lisboa, a comitiva minhota prepara agora a deslocação à terra dos czares para participar na competição por equipas, “foi nessa condição que conseguimos o direito de participação” advertiu o Director Adjunto do Departamento de Desporto e Cultura (DDC), Pedro Dias.

foto
A comitiva que vai representar a Universidade do Minho (UMinho) do outro lado da Europa “ainda não está fechada”, adiantou Pedro Dias. Nesse sentido, o número de participantes vai ser constituído por “um mínimo de dois masculinos e dois femininos e de um máximo de três masculinos e três femininos. Por isso, ou teremos quatro ou seis atletas na competição”, acrescentou.
Do lote dos escolhidos, os atletas João Graça (Eng. Civil), Carla Guimarães (Tecnologias e Sistemas de Informação) e Carolina Guimarães (Eng. de Gestão Industrial) têm já a presença confirmada. Rui Almeida (Engenharia Mecânica), João Rodrigues (Eng. Civil) e Inês Castro (Biologia Aplicada) poderão ocupar os restantes lugares.
A cerca de um mês da competição e ainda com uma indefinição na convocatória, os desportistas da academia minhota começam agora a aumentar a intensidade e a especificidade do treino. À entrada de um dos seus três treinos semanais, Inês Castro, refere que a possibilidade de envergar o nome da UMinho no Europeu seria “um orgulho” e que “a melhor maneira de o fazer seria representar, lá fora, aquilo que a nossa universidade tem”. Por seu turno, Rui Almeida, referiu que esta seria “uma boa oportunidade para encontrar jogadores de alta competição, para evoluir e ficar a conhecer novos hábitos de jogo”.

Expectativas
foto

No que a resultados diz respeito, a monitora da modalidade, Carla Guimarães, explica que a escola básica de Badminton em Portugal “nem sequer se compara à dos restantes países da Europa, que conseguem ter bons níveis de treino”e que, por essa razão, “um oitavo lugar já é bom”.
Já Pedro Dias prefere realçar que “em termos de nacional universitário nós temos um nível bastante razoável. Contudo, internacionalmente, o nível de Portugal é bastante sofrível, para não dizer fraco. Por isso, não podemos, em termos desportivos, ter expectativas demasiado elevadas”.

UMinho recebe Mundial de Badminton

Após o Europeu na Rússia, a acção vira-se para Portugal. A UMinho vai ser o palco, já no próximo ano, do maior evento universitário no que diz respeito à modalidade de Badminton.
Pelos courts da academia minhota vão passar “alguns dos melhores jogadores de Badminton do mundo”. Neste momento, esta já confirmada “a participação das equipas da China, Hong-Kong, Tailândia, Taiwan e Coreia, que são as melhores equipas do mundo” referiu o Director Adjunto do DDC.
Relativamente aos preparativos do evento, a UMinho recebe já no final do ano, a visita de um delegado da Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU), no sentido de ultimar os pormenores da organização. Por essa altura, estará também já concluído o pavilhão dois, do complexo de Gualtar, que servirá de apoio ao Mundial.
O Presidente do Comité Organizador, Roque Teixeira, garante, assim, que o “Mundial será um sucesso. Só teremos de pôr em prática toda a experiência, conhecimento e capacidade organizativa que temos”.
“Embora ainda faltem alguns meses, pretendemos que este seja um marco, quer no desporto universitário nacional quer mesmo a nível da FISU”, concluiu.


Textos: Carlos Daniel Rego
UMDicas
Fotografia: Nuno Gonçalves

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.