Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-09-2007

SECÇÃO: Região

Pela Câmara
AUTARQUIA ADQUIRE TERRENOS E VIABILIZA INVESTIMENTOS

O executivo municipal decidiu na última reunião da Câmara Municipal realizada a 13 de Setembro, adquirir várias parcelas de terrenos quer na freguesia de Vila Nune, quer nas vilas de Arco de Baúlhe e de Cabeceiras de Basto, representando um investimento de 277.935,00 Euros, que além de aumentar o património municipal, viabiliza a realização de obras. A execução dos projectos previstos contribuirá para o desenvolvimento integrado e sustentado desta terra de Basto, aumentando consequentemente, a qualidade de vida e o bem-estar de todos os que aqui residem e daqueles que por aqui passam.

Aposta na captação de investimento em Vila Nune

A Câmara Municipal adquiriu ao Conselho Directivo de Baldios de Vila Nune, 81.500m2 de terreno, destinados à criação de uma Zona Industrial naquela freguesia que se localiza nas imediações do Nó da Auto-estrada A7, reunindo por isso, condições propícias à captação de investimentos e ao desenvolvimento económico desta região.

Melhores acessibilidades para o Arco de Baúlhe

Em pleno centro da vila do Arco de Baúlhe, a Câmara Municipal decidiu adquirir três parcelas de terreno, equivalentes a 2.715 m2. Segundo informação divulgada, trata-se de um significativo investimento que vai viabilizar a construção de um novo arruamento entre os lugares da Tojeirinha e do Caneiro, daquela freguesia. Este é um projecto antigo, que uma vez executado funcionará como uma variante à EN 206 que atravessa o Arco de Baúlhe e contribuirá certamente para facilitar a mobilidade dos Arcoense e de todos quantos por ali passam. Assim a construção deste arruamento permitirá, desafogar o tráfego das principais vias daquela localidade e contribuirá ainda para uma nova expansão urbana da vila.

Centro Escolar vai "nascer" em Refojos

No que se prende com esta leva de investimentos, o executivo municipal decidiu adquirir duas parcelas de terreno no centro da vila de Cabeceiras de Basto. Uma parcela com uma área de 9.550 m2, localizada no lugar da Fonte da Veiga, destinada à construção de um equipamento para fins educativos, formativos, culturais, sociais, desportivos e recreativos, ou seja, destinada à construção do futuro Centro Escolar de Refojos. Recorde-se que o reordenamento da carta educativa no âmbito da reforma que está a ser levada a cabo pelo Ministério da Educação, prevê a construção de infra-estruturas integradas, capazes de dar mais respostas aos alunos, professores e encarregados de educação. Ao adquirir este terreno a Autarquia está a investir no sector educativo e a criar melhores condições de aprendizagem para as centenas de crianças que frequentam o maior agrupamento escolar do concelho.
Também em Refojos, mais precisamente no Lugar da Boavista à Cachada, a Câmara decidiu adquirir um lote com uma área de 1.025,36m2, destinado à construção de um equipamento municipal.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.