Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-08-2007

SECÇÃO: Mais e Menos

O Menos
Pombos destroem os monumentos

foto
Inofensivos à primeira vista, os pombos “agridem” à bicada os monumentos históricos. Estas aves, que algumas pessoas insistem em alimentar, não apenas sujam como destroem os monumentos com os seus excrementos corrosivos, como também devastam a golpes de bicadas as preciosas estátuas que ornamentam, neste caso o Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Isto porque é no granito que os pombos se agarram ou afiam os bicos, bem como noutras zonas onde cresce musgo e pequenos limos, de que se alimentam. Por esse motivo e ainda que nos custe, deixemos que a natureza se encarregue de fazer a selecção natural das espécies e não incentivemos (com o pequeno gesto de alimentar os pombos), à destruição operada por estes pássaros com os seus bicos e garras.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.