Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-07-2007

SECÇÃO: Opinião

Pão

foto
Bendito seja o teu ventre
O’ terra prenhe de amor
Dás o pão de cada dia
Com trabalho e suor.

Já foste os loiros grãos
Que o sol um dia atempou
Em searas ondulantes
Que a força do homem juntou.

És a alegria da mesa
Neste nosso Portugal,
Quer seja na casa do pobre
Ou em toalha de bragal.

E aqueles que têm sede
De a alma alimentar,
Recorrem à mesa sagrada
Contigo a vão saciar.

Por: Cecília Carvalho

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.