Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-06-2007

SECÇÃO: Breves

Conselho Cinegético

Reuniu, no passado dia 26 de Junho, o Conselho Cinegético de Cabeceiras de Basto para fazer um balanço da época venatória 2006/2007 e preparar a época de 2007/2008. Se, relativamente ao relatório das actividades da época finda, não houve muito a dizer e foi aprovado por unanimidade, a preparação da nova época mereceu bastantes reparos. Uma nova portaria estabelece que para a época venatória que agora se inicia, os caçadores obtenham uma licença por espécie cinegética e por dia. Os presentes consideraram que esta regra resulta de uma interpretação muito rígida da Direcção Geral dos Recursos Florestais e consideraram que as mesmas tornam a caça mais cara, comparativamente com as zonas de caça associativa.
Assim, votaram uma proposta no sentido de ser feita uma exposição ao Senhor Ministro da Agricultura na qual se solicite a reposição das regras da época anterior, por considerarem que a prática agora imposta para além de onerar a actividade, torna difícil a gestão da Zona de Caça Municipal. Os caçadores pretendem que as licenças se possam obter por grupos de espécies e para um ou mais dias de acordo com a vontade do caçador.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.