Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-05-2007

SECÇÃO: Região

Com sede em Cabeceiras de Basto
Engº António Fernandes é o Delegado Regional de Agricultura do Ave

O Engº. António Fernandes, é o Delegado da recém criada Delegação Regional de Agricultura com sede em Cabeceiras de Basto, que ficará em instalações próprias deste Ministério e tem como área de influência e de intervenção concelhos que estão incluídos na NUT do Ave.
Das oito Delegações Regionais do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas a instalar em toda a região do Norte, uma delas fica sediada em Cabeceiras de Basto, por decisão do Governo já publicada em portaria no Diário da República do dia 28 de Fevereiro.
A escolha de Cabeceiras de Basto para sede de uma Delegação Regional de Agricultura decorreu da reforma do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas.
Esta unidade orgânica descentralizada depende da Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Norte que exercerá um papel fundamental de adequação, eficiência e simplificação na sua relação com os utentes do serviço público, funcionando ainda como instrumento intermediário de execução e controlo, estabelecendo as interacções entre as políticas do Governo, os cidadãos e os agentes económicos, por forma a promover a nível regional e local uma maior diversificação económica e a criação de emprego.
Com esta reforma foi feita a fusão das Direcções Regionais de acordo com as NUT’s II (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve) e os seus serviços deslocalizados, partindo do princípio que o modelo orgânico e funcional actual se encontra esgotado.
Na ocasião a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, logo que tomou conhecimento desta decisão governamental, regozijou-se com o facto, considerando a medida um prémio a um concelho do interior de grandes tradições agrícolas, pecuárias e florestais e um estímulo importante para o desenvolvimento de uma terra do mundo rural que aspira a um futuro melhor.
De realçar que, para além de possuir instalações que são pertença do Ministério da Agricultura, Cabeceiras de Basto é servida por uma rede de estradas em boas condições, com destaque para a ligação recente à A7 que coloca este concelho a 20 minutos de Guimarães, a 30 minutos de Braga, a 40 minutos de Amarante e 50 minutos do Porto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.